Trabalhos Aprovados

DISFUNÇÃO TIREOIDIANA EM PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN ESTUDO RETROSPECTIVO DOS ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS



Autor(es): Trolezi RP; Belmonte LA; Trolezi FP; Soares LMG; Dutra HGR;
Apresentador(a): Hellenna Gabriella Ribeiro Dutra

Introdução: Avaliar a associação entre a Síndrome de Down (SD) e alterações tireoidianas para ampliar a abordagem clínica, garantindo melhor qualidade de vida e tratamento desses pacientes. Objetivo: Analisar os aspectos clínicos e laboratoriais dos pacientes com SD que apresentam disfunção tireoidiana. Método: Trata-se de um estudo retrospectivo descritivo em que foram avaliadas informações de prontuário médico de pacientes com SD associada a alterações da função tireoidiana. Resultados: Foram avaliados 16 pacientes com Síndrome de Down em um serviço de endocrinologia pediátrica com alterações tireoidianas. Recrutamos ambos os sexos, sem diferenciação de raça, sendo 7 (43,75%) do sexo feminino e 9 (56,25%) do sexo masculino. A idade média encontrada no momento do diagnóstico foi de 3,08 anos, desde o período neonatal até 15 anos. Do total avaliados, 25% apresentavam Hipotireoidismo Congênito, 75% Hipotireoidismo. Sendo maior parte Hipotireoidismo Subclínico (11/16 – 68,75%) e 31,25% (5/16) autoimune (Tireoidite de Hashimoto). A maioria assintomática ao diagnóstico (75%), sendo os sintomas mais encontrados alopecia (25%) e constipação intestinal (75%); 3 pacientes (18,75%) apresentavam alteração de tireoide ao ultrassom (textura heterogênea), sendo todos com anticorpos positivos e 1 com presença de nódulo. 9 pacientes (56,25%) apresentavam cardiopatia; 1 (6,25%) dislipidemia; 2 (12,5%) obesidade; 4 baixa estatura (25%), sendo todos com diagnóstico de hipotireoidismo. Conclusões: Pacientes com SD devem ser acompanhados de forma individualizada, pois apresentam, frequentemente, disfunção tireoidiana. Os resultados demonstraram alta prevalência de alterações das dosagens de TSH e de doença tireoidiana nestes pacientes. Os dados indicam que a avaliação da função tireoidiana nos pacientes com SD deve receber atenção especial dos profissionais de saúde que atendem esses pacientes. E assim, realizar acompanhamento cuidadoso desses pacientes, garantindo o início adequado do tratamento, minimizando os danos que tal disfunção possa trazer ao desenvolvimento, crescimento e em suas qualidades de vida.

Palavras-chave: Hipotireoidismo; Síndrome de Down; Tireóide

[voltar]



Ilha de Santa Catarina

Um local repleto de encantos e povo hospitaleiro

Infraestrutura hoteleira

Não se preocupe com sua hospedagem, deixe que cuidaremos disso pra você!

Acesse e veja as opções


Fique atento
as datas principais


Local do Evento

Centro de Convenções CentroSul

Totalmente climatizado e com vista de cartão postal, está localizado estrategicamente no centro da cidade, próximo do terminal rodoviário, aeroporto e da ampla rede hoteleira composta por mais de 18 mil leitos. Disponibiliza atualmente 16.560 m² de área construída, divididos em dois pavimentos, com salas modulares para acomodar até 3.500 pessoas confortavelmente sentadas e dois salões de exposição para até 13.000 pessoas.

 

Av. Gov. Gustavo Richard, 850 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-290

Cidade

Florianópolis

Florianópolis é como um mosaico que reúne toda a diversidade étnica e cultural de Santa Catarina. Uma cidade moderna, com excelentes serviços hoteleiros, restaurantes que servem o melhor das cozinhas nacional e internacional, infra-estrutura turística e de apoio, sendo definitivamente uma escolha essencial para a realização de importantes eventos.
O turismo é a vocação natural da Ilha, que além da inigualável beleza das praias, clima descontraído e povo hospitaleiro, possui uma cultura rica, que mesclada ao charme da arquitetura Açoriana compõe um destino ideal para todos os visitantes.


Promoção


Realização


Gerenciamento

 


Patrocinador Master

 


Expositores

 


Apoio