Trabalhos Aprovados

MACROPROLACTINOMA GIGANTE REFRATÁRIO A TERAPÊUTICA COM AGONISTA DOPAMINÉRGICO E CIRURGIA TRANSESFENOIDAL



Autor(es): Bias LCG; Alves PMP; Torres GB; Rodrigues DAG; Porto GG; Pithon RB; Ladeia MSC; Leite LPSD; Leal ACGB; Oliveira CPSB;
Apresentador(a): LARISSA CRISTÁLIA GUEDES BIAS

APRESENTAÇÃO DO CASO: Paciente de 26 anos, com amenorreia primária e galactorreia espontânea bilateral, campimetria normal, prolactina não diluída 397.47 ng/ml e RNM 2015 com volumosa formação expansiva selar parasselar bilateral a D, com extensão aos seios esfenoidais, mede 2.3x2.5x2.3cm. Em uso de cabergolina, com doses progressivamente aumentadas até a dose de 14 comprimidos/ semana. Apresentava aumento de prolactina diluída 6565,4 ng/ml e lesão intrasselar, com extensão suprasselar, comprimindo o quiasma óptico, a haste hipofisária e estruturas do assoalho do IIIº ventrículo, medindo 3.9x2.9x3.5, (vol 20.6cm³), mantendo queixas. Encaminhada para neurocirurgia para debulking da massa. Retorna para acompanhamento pós-cirúrgico com prolactina diluída 4155ng/mL e RNM volumosa formação expansiva selar, com extensão suprasselar, de contornos lobulados, com componentes hemorrágicos, de alto conteúdo proteico. Lesão mede 4,0 x 3,1 x 2,8 cm3 (vol 18,05 cm³). Encaminhada a radioterapia estereotáxica. DISCUSSÃO: A hiperprolactinemia pode ter várias etiologias, porem a mais frequente é um adenoma produtor de prolactina, que pode elevar seu valor normalmente para 50ng/ml. Entre as alterações temos hipogonadismo, infertilidade, galactorreia, cefaleia, hemianopasia, ou pode permanecer assintomática, A prevalência relatada de prolactinomas clinicamente aparentes varia de 6 a 10 por 100.000. A terapia com agonistas dopaminérgicos reduz os níveis de prolactina e melhora os sintomas em pacientes com compressão de quiasma, sendo a cirurgia raramente necessária. A falência da terapia medicamentosa é quando não há diminuição dos níveis de prolactina quando há o uso regular da cabergolina, sendo necessária a cirurgia. Esta pode ter recidiva em 26-50% dos casos. Uma avaliação do sucesso cirúrgico no pós-operatório imediato é a dosagem da prolactina, quando menor que 10ng/ml está relacionada a bom prognóstico. Em caso de refratariedade a cabergolina e a cirurgia resta como opção a radioterapia estereotáxica. COMENTÁRIOS FINAIS: Relatamos um caso de hiperprolactinemia segundaria a macroprolactinoma resistente a cabergolina e a cirurgia de debulking.

Palavras-chave: macroprolactinoma; agonista dopaminérgico; debulking

[voltar]



Ilha de Santa Catarina

Um local repleto de encantos e povo hospitaleiro

Infraestrutura hoteleira

Não se preocupe com sua hospedagem, deixe que cuidaremos disso pra você!

Acesse e veja as opções


Fique atento
as datas principais


Local do Evento

Centro de Convenções CentroSul

Totalmente climatizado e com vista de cartão postal, está localizado estrategicamente no centro da cidade, próximo do terminal rodoviário, aeroporto e da ampla rede hoteleira composta por mais de 18 mil leitos. Disponibiliza atualmente 16.560 m² de área construída, divididos em dois pavimentos, com salas modulares para acomodar até 3.500 pessoas confortavelmente sentadas e dois salões de exposição para até 13.000 pessoas.

 

Av. Gov. Gustavo Richard, 850 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-290

Cidade

Florianópolis

Florianópolis é como um mosaico que reúne toda a diversidade étnica e cultural de Santa Catarina. Uma cidade moderna, com excelentes serviços hoteleiros, restaurantes que servem o melhor das cozinhas nacional e internacional, infra-estrutura turística e de apoio, sendo definitivamente uma escolha essencial para a realização de importantes eventos.
O turismo é a vocação natural da Ilha, que além da inigualável beleza das praias, clima descontraído e povo hospitaleiro, possui uma cultura rica, que mesclada ao charme da arquitetura Açoriana compõe um destino ideal para todos os visitantes.


Promoção


Realização


Gerenciamento

 


Patrocinador Master

 


Expositores

 


Apoio