Trabalhos Aprovados

O emprego do Hepatic Steatosis Index no diagnóstico doença hepática gordurosa não alcoólica



Autor(es): Esteves LAC; Pavanitto DR; Guerra AG; Viegas RF; Nashimoto EP; Dombacher EB; Watanabe MJL; Nascimento LFC; Silveira FS; Viegas TMRF;
Apresentador(a): Drielle Rezende Pavanitto

Introdução: A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) é a presença de esteatose hepática (evidenciada por imagem ou histologia), após exclusão de causas secundárias para acúmulo de gordura hepática. A DHGNA é atualmente a forma mais comum de doença hepática e há métodos não invasivos que buscam detectar esteatose por meio de biomarcadores, entre eles, Hepatic Steatosis Index (HSI). O HSI é um biomarcador que utiliza os valores de transaminases, bem como índice de massa corpórea (IMC), sexo e presença de diabetes mellitus tipo 2 (DM2).
Objetivo: Correlacionar os variados graus de infiltração hepática gordurosa obtidos pela ultrassonografia com os valores obtidos pelo HSI.
Método: Estudo observacional transversal com avaliação de 460 exames ultrassonográficos abdominais e cálculo do HSI com exclusão de outras causas de DHGNA. A avaliação ultrassonográfica da DHGNA foi classificada em ausente (grau 0), leve (grau 1), moderada (grau 2) e grave (grau 3) segundo Saadeh et al. Para cálculo do HSI foi utilizada a fórmula: 8 x ALT/AST + IMC + 2 (se DM2) + 2 (se mulher) e por definição a presença de esteatose ocorre quando o HSI > 36. O método de Tukey foi usado para análise estatística.
Resultados: No grupo de pacientes sem esteatose (grau 0, n:140) a média de HSI foi de 36. No grupo de esteatose leve (grau 1, n: 122) a média foi de 40, no grupo de esteatose moderada (grau 2, n: 146) foi de 41,5 e no grupo de esteatose grave (grau 3, n: 52 ) foi de 42,6. Houve relevância estatística entre grupo sem esteatose quando comparado com os demais grupos (p< 0,05). Porém, não foi observado significância estatística na comparação entre os grupos de pacientes portadores de DHGNA pela ultrassonografia.
Conclusão: Na amostra estudada valores de HSI menores ou iguais a 36 estavam correlacionados com ausência da DHGNA e valores proporcionalmente mais elevados do índice não se correlacionaram diretamente com os graus de DHGNA.


Palavras-chave: DHGNA; HSI; Ultrassonografia de abdomen

[voltar]



Ilha de Santa Catarina

Um local repleto de encantos e povo hospitaleiro

Infraestrutura hoteleira

Não se preocupe com sua hospedagem, deixe que cuidaremos disso pra você!

Acesse e veja as opções


Fique atento
as datas principais


Local do Evento

Centro de Convenções CentroSul

Totalmente climatizado e com vista de cartão postal, está localizado estrategicamente no centro da cidade, próximo do terminal rodoviário, aeroporto e da ampla rede hoteleira composta por mais de 18 mil leitos. Disponibiliza atualmente 16.560 m² de área construída, divididos em dois pavimentos, com salas modulares para acomodar até 3.500 pessoas confortavelmente sentadas e dois salões de exposição para até 13.000 pessoas.

 

Av. Gov. Gustavo Richard, 850 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-290

Cidade

Florianópolis

Florianópolis é como um mosaico que reúne toda a diversidade étnica e cultural de Santa Catarina. Uma cidade moderna, com excelentes serviços hoteleiros, restaurantes que servem o melhor das cozinhas nacional e internacional, infra-estrutura turística e de apoio, sendo definitivamente uma escolha essencial para a realização de importantes eventos.
O turismo é a vocação natural da Ilha, que além da inigualável beleza das praias, clima descontraído e povo hospitaleiro, possui uma cultura rica, que mesclada ao charme da arquitetura Açoriana compõe um destino ideal para todos os visitantes.


Promoção


Realização


Gerenciamento

 


Patrocinador Master

 


Expositores

 


Apoio