Trabalhos Aprovados

AVALIAÇÃO DA SAÚDE BUCAL DE PACIENTES PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 ATENDIDOS EM UNIDADES DE SAÚDE E CENTRO DE ESPECIALIDADES MÉDICAS E ATENÇÃO À SAÚDE DE VILA VELHA/ES



Autor(es): Amanda AR; GUEDES, L. G. M.; Bruna RS; Camila FM; Camila BF; Kamilla BR; Beatriz LMLFP; Lícia BD; Ana RMS; CASINI, A. F.;
Apresentador(a): ALESSANDRA FERRI CASINI

Introdução: A conservação da saúde bucal é fundamental no cuidado de pacientes portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). Recomenda-se que estes usuários sejam encaminhados para avaliação e cuidado odontológico, pois as infecções agudas, como a doença periodontal, levam a resposta inflamatória, aumentando a resistência dos tecidos à insulina, provocando a piora do controle glicêmico, sendo assim pode ser controlada com o manejo adequado das infecções. A falta de conhecimento dos diabéticos em relação às complicações bucais e sobre a importância da manutenção adequada da saúde bucal pode prejudicar o controle glicêmico. Objetivo: Avaliar a saúde bucal de pacientes com DM2, conscientizar sobre a importância dos cuidados bucais e encaminha-los ao dentista da Unidade de Saúde da Família (USF). Pacientes e Métodos: Este foi estudo descritivo, prospectivo e longitudinal de pacientes com DM2 atendidos em USF e no Centro de Especialidades Médicas e Atenção à Saúde (CEMAS) do município de Vila Velha/ES. Foi realizado no período entre agosto de 2018 a abril de 2019. Avaliamos 42 pacientes, 27 provenientes das USF e 15 do CEMAS. Para a avaliação da saúde bucal, utilizamos um questionário abordando hábitos de higiene e realizamos exame físico da cavidade oral avaliando a quantidade de dentes e mobilidade, estado da gengiva, língua, mucosa oral e hálito. Resultados: Foram avaliados 42 pacientes com DM2, destes 59,5% eram mulheres e 40,5% homens, faixa etária entre 44 a 89 anos, tendo como idade média 63 anos. Dentre estes 40,5% dos pacientes usam escova dura. Além disso, somente um paciente possui mais de 30 dentes naturais, e 24% não possuem nenhum dente natural, fazendo o uso de prótese. Conclusão: Tendo em vista os resultados observados, é perceptível a necessidade de cuidado da saúde bucal em pacientes DM2, dado que, mesmo que em quantidade parcial da amostra, relaciona-se a doença e alterações no exame físico odontológico e da cavidade oral.


Palavras-chave: DIABETES MELLITUS; SAÚDE BUCAL

[voltar]



Ilha de Santa Catarina

Um local repleto de encantos e povo hospitaleiro

Infraestrutura hoteleira

Não se preocupe com sua hospedagem, deixe que cuidaremos disso pra você!

Acesse e veja as opções


Fique atento
as datas principais


Local do Evento

Centro de Convenções CentroSul

Totalmente climatizado e com vista de cartão postal, está localizado estrategicamente no centro da cidade, próximo do terminal rodoviário, aeroporto e da ampla rede hoteleira composta por mais de 18 mil leitos. Disponibiliza atualmente 16.560 m² de área construída, divididos em dois pavimentos, com salas modulares para acomodar até 3.500 pessoas confortavelmente sentadas e dois salões de exposição para até 13.000 pessoas.

 

Av. Gov. Gustavo Richard, 850 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-290

Cidade

Florianópolis

Florianópolis é como um mosaico que reúne toda a diversidade étnica e cultural de Santa Catarina. Uma cidade moderna, com excelentes serviços hoteleiros, restaurantes que servem o melhor das cozinhas nacional e internacional, infra-estrutura turística e de apoio, sendo definitivamente uma escolha essencial para a realização de importantes eventos.
O turismo é a vocação natural da Ilha, que além da inigualável beleza das praias, clima descontraído e povo hospitaleiro, possui uma cultura rica, que mesclada ao charme da arquitetura Açoriana compõe um destino ideal para todos os visitantes.


Promoção


Realização


Gerenciamento

 


Patrocinador Master

 


Expositores

 


Apoio