Trabalhos Aprovados

Seminoma clássico em paciente com síndrome de persistência do ducto Mulleriano: relato de caso.



Autor(es): Barreto, ZRS; Brito, AAS; Fernandes, MAP; OLIVEIRA, SMMS; BITTENCOURT, A.V.; FARIA JUNIOR, J. A. D.; OLIVEIRA, L. M. B.;
Apresentador(a): ZILMA REGIA DE SOUSA BARRETO

Apresentação do Caso: Paciente de 42 anos, fenótipo masculino, com quadro de dor pélvica intermitente desencadeada por esforço físico há 6 meses e infertilidade. Relato de testículos retráteis diagnosticado na infância sem abordagem cirúrgica. Ao exame físico, presença de genitália típica masculina, pilificação normal, bolsa escrotal vazia bilateralmente. Em exame de imagem pélvica fora evidenciado formação expansiva sólida na linha média da cavidade pélvica, indissociável da vesícula seminal esquerda de aspecto indeterminado. Prosseguida investigação com abordagem cirúrgica, sendo ressecado tumor retroperitoneal – útero, tubas uterinas e testículos. A anatomia patológica descreve achados compatíveis com seminoma clássico em testículo direito (6 centímetros no maior eixo) com invasão da rede testis e invasão angiolinfática. Paciente segue em acompanhamento com Oncologia, seriando exames de imagem abdominal e torácica, bem como os níveis séricos de desidrogenase lática, α-fetoproteína e gonadotrofina coriônica humana. Discussão: A síndrome de persistência do ducto Mulleriano (SPDM) foi descrita pela primeira vez em 1939 por Nilson. Trata-se de uma forma rara de distúrbio da diferenciação sexual (46,DDS) antes descrita como pseudo-hermafroditismo masculino que é caracterizada pela presença de estruturas do ducto de Müller em um paciente fenotipicamente e cariotipicamente masculino. A associação de SPDM com tumor de células germinativas é ainda mais raro, ocorrendo em cerca de 15% dos casos. O quadro é normalmente descoberto acidentalmente durante a cirurgia para testículos não descidos ou hérnia inguinal em homens com genitália externa normal. A avaliação de níveis séricos de hormônio anti-mulleriano pode ser um método útil de rastreio para guiar o diagnóstico molecular. Comentários Finais: Nosso caso reporta um quadro de Seminoma clássico em paciente com síndrome de persistência do ducto Mulleriano com diagnóstico obtido apenas no pós-operatório. Destaca-se a importância de ter-se em mente a possibilidade dessa síndrome frente a um paciente com criptorquidia, hérnia inguinal ou testículos retráteis, possibilitando diagnóstico e abordagem precoces.

Palavras-chave: Síndrome de persistência do ducto Mulleriano; Distúrbio da diferenciação sexual; Seminoma

[voltar]



Ilha de Santa Catarina

Um local repleto de encantos e povo hospitaleiro

Infraestrutura hoteleira

Não se preocupe com sua hospedagem, deixe que cuidaremos disso pra você!

Acesse e veja as opções


Fique atento
as datas principais


Local do Evento

Centro de Convenções CentroSul

Totalmente climatizado e com vista de cartão postal, está localizado estrategicamente no centro da cidade, próximo do terminal rodoviário, aeroporto e da ampla rede hoteleira composta por mais de 18 mil leitos. Disponibiliza atualmente 16.560 m² de área construída, divididos em dois pavimentos, com salas modulares para acomodar até 3.500 pessoas confortavelmente sentadas e dois salões de exposição para até 13.000 pessoas.

 

Av. Gov. Gustavo Richard, 850 - Centro, Florianópolis - SC, 88010-290

Cidade

Florianópolis

Florianópolis é como um mosaico que reúne toda a diversidade étnica e cultural de Santa Catarina. Uma cidade moderna, com excelentes serviços hoteleiros, restaurantes que servem o melhor das cozinhas nacional e internacional, infra-estrutura turística e de apoio, sendo definitivamente uma escolha essencial para a realização de importantes eventos.
O turismo é a vocação natural da Ilha, que além da inigualável beleza das praias, clima descontraído e povo hospitaleiro, possui uma cultura rica, que mesclada ao charme da arquitetura Açoriana compõe um destino ideal para todos os visitantes.


Promoção


Realização


Gerenciamento

 


Patrocinador Master

 


Expositores

 


Apoio